As ruas têm história – Rua Lino Coutinho

01/06/2021

José Lino dos Santos Coutinho viveu entre 1784 e 1836. Nasceu em Salvador, Bahia, em 31 de março de 1784, filho do casal português José Lino dos Santos e Rosa Luísa Coutinho. Formou-se médico na Universidade de Coimbra, em Portugal, e viveu por um curto período na Inglaterra e na França.

José Lino dos Santos Coutinho/Fonte: Wikipédia

Após a Independência do Brasil, foi eleito deputado geral pela Bahia para as duas primeiras legislaturas, 1826-1829 e 1830-1833. Tornou-se conselheiro do imperador D. Pedro I, médico honorário da Imperial Câmara e cavaleiro da Ordem de Cristo. Em 1832, idealizou a reforma dos colégios Médico-Cirúrgicos da Bahia e do Rio de Janeiro, uma das primeiras iniciativas do Príncipe Regente na área da educação. Agora nomeada como Faculdade de Medicina da Bahia,Coutinho foi o seu primeiro Diretor. Ainda como ministro, denunciou a pouca implementação do disposto na Lei de 15 de outubro de 1827 sobre a obrigatoriedade da instrução pública nacional, mostrando as dificuldades enfrentadas e poucos resultados do ensino elementar no país.

Legenda: Lançamento da Pedra Fundamental do Hospital da Santa Casa da Misericórdia, Dom Pedro II, ano de 1827.

Acervo Museu Vicente de Azevedo.

Além da reconhecida atuação como político e médico, Lino Coutinho foi também tradutor e autor de vários livros. Sua obra póstuma Cartas para a Educação de Cora, publicada em 1849, foi um marco para a história da educação feminina no Brasil.

A rua com o seu nome, localizada no Bairro do Ipiranga, foi oficializada pelos Atos nº 706, de 18 de agosto de 1914 e nº 1.472, de 15 de setembro de 1938, para o seu prolongamento.

Rua Lino Coutinho no bairro do Ipiranga.

Você tem curiosidade sobre o nome de alguma rua?

Fale com a gente no Museu.

Tel.: (11) 2215-6900

E-mail: museuvicentedeazevedo@funsai.org.brSeu título